Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pelo Olhar Da Numerologia

Pelo Olhar Da Numerologia

26
Set17

Outubro 2017 - Tendências gerais

welcome outubro.jpg

 

Vamos então falar um pouco daquilo que serão as energias no geral para este mês de outubro.

Ora sendo ele o décimo mês do calendário já se pode imaginar que nele terá contida a energia natural 1, que é vinda de um 10. Muito bem.

 

Então pode dizer-se que é um mês onde novos inícios e novas oportunidades podem mesmo acontecer. É o mês para colocar na terra todas as sementes que tem vindo a idealizar plantar, mas, com calma, com foco pois as oportunidades, e ofertas podem ser de facto muitas o que pode trazer uma vasta escolha e assim fá-lo-á perder-se do seu centro. O que não é de todo benéfico.

 

Ter muito por onde escolher tem prós e contas, como em tudo na vida de resto. Há que perceber que o facto de haver muita gente a querer tê-lo por perto não significa que sejam boas essas ofertas para si, e além do mais podem distraí-lo, mesmo que por instantes de estar concentrado em si, no seu caminho.

 

Mas por outro lado terá todas as “armas” que necessita para que consiga em tempo útil e de forma fácil colocar no campo da matéria aquilo que quer. Basta querer e acreditar que é capaz. Que a força, ousadia e coragem acabam por vir por acréscimo trazendo mais expansão ainda aos seus projetos. Não hesite nunca.

 

Seja criativo e ousado, mas ao mesmo tempo seja diplomático e tenha uma comunicação assertiva. Fale o que é preciso no tempo certo, no entanto, sem ferir ninguém. Ou seja. Faça exatamente o que tem que fazer sem medos ou hesitações e diga aquilo que tem que ser dito, mas, sem necessariamente entrar em conflito.

 

O facto de queremos muito atingir determinado objetivo e de irmos atrás dele arriscando tudo o que podemos e não podemos, não nos pode cegar numa sede de ir mais além, não nos pode fazer egocêntricos agindo só a pensar no nosso umbigo. Pois isso trará certamente uma comunicação onde ferir os outros pode ser uma realidade, dizendo as coisas de forma brusca, acabando por entrar em conflitos sem necessidade alguma.

 

As palavras devem ser medidas este mês, pois elas tanto podem incentivar como ferir.

A dispersão de energias entre muitas coisas pode, também, dever-se ao facto de ter mais do que uma ideia para um objetivo só. O que pode levar a que não conclua nada daquilo que idealizou. Originando um sentimento de pouca confiança em si.

 

Por outro lado, o mês exige de nós além de foco. Força. É um mês à semelhança do anterior que traz mudanças consigo, só que desta feita são melhores, apesar de parecerem duras. Muitas delas, aos nossos olhos vão parecer tão duras que nos podem mesmo conduzir a um drama, maioritariamente interior, que nos leva a concluir que “só comigo é que isto acontece”, acabando por dar espaço a criticas e até a alguma frustração.

 

É preciso pois, calma, saber esperar acima de tudo. Os tempos são de expansão e de mudanças positivas é um facto, mas a energia da paciência estará tudo menos presente o que nos leva sem dúvida a um estado de impaciência tal que acabamos por fazer tudo para ontem, sem pensar no amanhã. E isso, dá asneirada certa!

 

É preciso foco! Quando se vir com muitas coisas, coisas a mais à sua volta, tantas que a sua cabeça já não consegue sequer concentrar-se para pensar. Pare. É melhor parar do que fazer sem pensar e de cabeça cansada e cheia de coisas. Até porque tal como disse, é para agir com calma, sendo até mesmo racional. Cautela nunca é demais!

 

É, portanto, um mês excelente, mas que pede acima de tudo contenção, principalmente em ações, para que não se venha a arrepender.

 

Não evite nada, até porque mesmo que não queira tudo o que for para si, irá encontrar forma de chegar até si, por muitas barreiras que lhe tente colocar em cima. Bloquear situações nem sempre traz um final feliz. Será melhor que com calma, as deixe fluir. Ninguém lhe vai pedir que se atire de cabeça, mas, também não finja que não está ali nada, ou que está tudo bem.

 

O importante este mês é que tenha força suficiente em si, para que não se vá abaixo e se torne dependente da aprovação de terceiros para decidir o que quer que seja na sua vida. Tenha autoconfiança em si e dessa forma e com muito controle as coisas acabam por se desenrolar melhor!

 

Caso acabe a depender de outros, as coisas podem levar um caminho mais difícil de percorrer. E, poderá até andar contrariado!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

E-Book

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Blogs Portugal

Seguidores Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.