Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pelo Olhar Da Numerologia

Pelo Olhar Da Numerologia

07
Set17

Onde está o teu amor?

a-dor-de-um-amor-só2.jpg

Hoje venho falar sobre um tema que é tão importante e que tantas vezes parece estar esquecido, ou pelo menos arrumado na gaveta sem que lhe seja dado o uso devido que é o amor próprio.

 

Somos todos seres humanos e por vezes acabamos por fazer coias em prol de quem amamos. E, acabamos por misturar tudo isso com amor próprio. Quando isso tem mais que ver com bom senso, ou puro comodismo.

 

Falo maioritariamente no campo amoroso que muitas das vezes é o que gera mais falhas de amor próprio, todavia, este acaba por se estender posteriormente a todas as áreas da vida.

 

Não é raro, encontrar alguém que para o bem da sua relação atual acaba por ceder ou ficar nela por vários motivos, mas, o motivo principal é a falta de amor próprio. Pois a partir do momento em que determinadas situações ou ações são aceites e tidas como normais deixa-se o amor próprio arrumado a um canto até que se volte a ganhar forças para o ir buscar de novo!

 

E por vezes é durante esse tempo, em que se arruma o amor na gaveta que se deixa andar, que se admitem certas coisas, que se pensa que é por amor que se está a ceder. Na verdade, cede-se por todos os motivos e mais alguns, mas não é com certeza por gostar de alguém, pois a primeira pessoa de quem se deixa de gostar quando se passa a ceder a coisas que não fazem sentido, é de nós!

 

  • Deixamos de gostar de nós quando aceitamos que a nossa vida se torne naquilo que não sonhamos para nós.
  • Deixamos de gostar de nós quando percebemos que não estamos felizes, mas, mesmo assim continuamos, porque o amor pela outra pessoa aos nossos olhos é maior que o amor por nós mesmos.
  • Deixamos de gostar de nós quando aceitamos que determinadas situações aconteçam, e que achamos que é para nosso bem.
  • Deixamos de gostar de nós quando começamos a achar tudo normal.
  • Deixamos de gostar de nós quando a opinião dos outros faz mais sentido que a nossa própria opinião.
  • Deixamos de gostar de nos quando acreditamos que podemos “amar pelos dois”.
  • Deixamos de gostar de nós mesmo quando percebemos que não há felicidade, mas deixamos estar porque não dá jeito mexer.
  • Deixamos de gostar de nós quando deixamos os nossos sonhos de lado para lutar pelos sonhos dos outros.

 

Existem de facto muitos fatores que levam a que deixemos de gostar de nós…

 

E, ir buscar o nosso amor de novo à gaveta, pode não ser um processo fácil, mas deve ser feito, pois só assim voltamos a ter na nossa mão a nossa felicidade e acima de tudo, voltamos a ter na mão o comando da nossa vida.

 

Gostar de alguém não é aceitar tudo como se fosse normal… é conviver com as diferenças sem que isso interfira na vontade e felicidade de cada um. Não é no outro que está o amor, ele está sim em nós! 

 

Nâo aceites tudo, porque nem tudo é digno de ter ter! 

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

O que o teu nome diz sobre ti?

Formações de numerologia

B.Stronger - Desbloqueia os teus medos

Compatibilidades

Que energia a tua casa emite?

Blogs Portugal