Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pelo Olhar Da Numerologia

Pelo Olhar Da Numerologia

11
Fev17

2017 - As mudanças necessárias a fazer

kk.tif

 

"Parece" que ultimamente (particularmente desde 2016) não se fala noutro assunto, se não da transmutação de energias e de velhos padrões. Do que não mais faz sentido carregar para o futuro e devemos deixar atrás.

2016, ano universal 9 cujo o número co- regente era o 16/7 convidou-nos a todos a participar numa limpeza universal que levou à queda de alguns padrões que até então haviam sido funcionais. Acima de tudo, 2016 levou a uma elevação de consciências, não só interior, como exterior.

 

Assim sendo 2017 tem como propósito, iniciar coisas novas, baseadas num reajuste que havíamos feito no decorrer do ano anterior. Convida-nos a inovar, a ter criatividade e coragem suficientes para romper com o antigo, trazendo a novidade às nossas vidas.

 

2017 tem como co-regente o número 17/8 que entre outras coisas nos fala de justiça e de verdades. Mas também de determinação e persistência. 

 

Ou seja, estaremos a ser verdadeiros connosco o suficiente?

Estaremos a agir com a devida honestidade, principalmente para connosco?

Estaremos a conseguir desapegarmo-nos do que não mais faz sentido/falta, a fim de deixarmos verdadeiramente entrar coias novas à nossa vida?

Ou pelo contrário. Estaremos a mantermo-nos apegados a situações passadas que não avançam nem mostram melhorias?

Estaremos verdadeiramente a assumir a nossa verdade, de forma a conseguir implementar na nossa vida o equilíbrio desejado?

Será, que aquilo que queremos é realmente o que nos necessitamos?

Onde estamos a colocar o nosso foco a maior parte do tempo? No passado, ou no futuro? 

 

Estas, claro, são algumas das perguntas que deve fazer a fim de perceber o que está menos bem, e deve mudar.

 

Trazer verdade e justiça à sua vida, não tem que significar obrigatoriamente que conseguirá trazer até si aquilo que deseja, acima de tudo, terá o que verdadeiramente necessita. Até porque quando arrastamos demais uma situação ou problema estagnados, é a própria vida que acaba, mais tarde ou mais cedo, por se encarregar de nos mostrar o caminho correto. E claro está, a vida nem sempre tem uma forma simpática de nos mostrar o quão errados estamos.

Diria então, na minha opinião pessoal, que este ano de 2017 será, em alguns pontos a continuação de 2016, trazendo-lhe as mudanças que realmente lhe são benéficas e necessárias, transmutando ou eliminando coisas, ou situações que não são mais viáveis ao seu ser, à sua evolução pessoal.

 

A justiça, é um tema muito subjetivo, e muitos podem realmente enfrentar certas situações que, aos seus olhos lhes possam parecer injustas. Todavia, seria importante avaliar o porquê de as coisas acontecerem, para que finalidade? A justiça, não é cega, e é por norma reta. Dando ou retirando, conforme achar que deve dar ou retirar. Porém, é sempre, justa. Dá sempre aquilo que mais estamos a necessitar no momento.

Se necessitarmos de lições. Traz-nos desafios. Se necessitarmos de coisas positivas, teremos positividade.

 

E talvez por esse motivo, o tema do momento seja exatamente esse, as transmutações e mudanças que temos de fazer. Se o conseguirmos fazer de forma consciente. Teremos certamente muitas coisas positivas a entrar na nossa vida este 2017. Estejamos, no entanto conscientes de que todas as mudanças acarretam escolhas a fazer. 

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

O que o teu nome diz sobre ti?

Formações de numerologia

B.Stronger - Desbloqueia os teus medos

Compatibilidades

Que energia a tua casa emite?

Blogs Portugal